Quietude

vou banhar-me de argila.. 
e na fina areia se vai o que na pele estava.. 
na magica desta noite..  vou retirar cada impressao tatuada.. 
e depois vou untar-me de oleo.. 
e este balsamo vai me preparar para o dia seguinte..
deixar-me limpa para viver o acaso.. 
onde deveria haver flores.. encontrei jardim morto.. 
onde deveria haver semente brotando.. encontrei terra seca.. 
mas eu vi a semente.. 
mas eu vi os pes de orquideas.. 
so nao posso cuidar destas plantas.. 
nem aguar esta terra.. 
elas, infelizmente, nao me pertencem.. 

 

Leave a Reply